Viena, Áustriaviagens tempo

Antes do Amanhecer, Richard Linklater (1995)

Há um “Antes do Amanhecer” em Viena; anos mais tarde, chegou aos cinemas o “Antes do Anoitecer”, com direito a viagem para Paris. Em 2013, estreou  nos cinemas o “Antes da Meia-Noite”, com a ilha de Messênia, na Grécia, como cenário. Gostamos dos três filmes, mas o primeiro, em Viena, fica sempre no coração!

 

Berlim, Alemanha

filmes inspiradores
Good Bye, Lenin!, Wolfgang Becker (2003)

Com humor e sensibilidade, Becker mostra-nos a vida do outro lado do muro, antes da queda do muro! Quem hoje vem visitar Berlim, ainda nota as diferenças, mas encontrará uma Berlim muito diferente: uma cidade onde coabitam centenas de nacionalidades, línguas e culturas.

Dublim, Irlandafilmes de aventura

Michael Collins – O Preço da Liberdade,  Neil Jordan (1996)

O filme de Neil Jordan conta a história do movimento republicano irlandês, centrando-se na figura do patriota e revolucionário Michal Collins. Quando visitar Dublin, irá constatar que os nomes de alguns dos personagens correspondem aos nomes de várias ruas e avenidas da capital da Irlanda.

Londres, Inglaterra

Oscar
28 Dias Depois, Danny Boyle (2002)

A sinopse? Zombies descontrolados, numa Londres apocalíptica, à beira do fim! Mas o melhor, são as imagens de Londres, com planos da cidade completamente deserta! Londres deserta só mesmo em filme!

Madrid, Espanha

oscares
Fala com Ela, Pedro Almodóvar (2002)

Este é, para nós, um dos mais belos filmes de Almodóvar, com uma banda sonora que aquece o coração! O filme passa-se em Madrid, a cidade onde o realizador vive. Quem sabe se não o encontra pela rua aquando a sua visita a Madrid? Aqui entre nós, ele vive no bairro de Malasaña!

Paris, França

filmes oscars
O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, Jean-Pierre Jeunet (2002)

É difícil imaginar Amélie numa outra cidade que não fosse Paris. No seu filme, Jean-Pierre Jeunet leva-nos a passear por várias atrações de Paris, como Montmartre, Sacré Cœur ou a Gare du Nord. Como não gostar?

Roma, Itália

viagens tempo
La dolce vita de Federico Fellini (1960)

Poucos se recordam das duras criticas que o filme faz, acusando a sociedade de decadente e superficial. Em contrapartida, ninguém esquece a mítica cena de Anita Ekberg la Fontana di Trevi, uma das mais populares atrações turísticas de Roma. Como esquecer?