Viajante do mês: Espírito Viajante

Espírito viajante é uma boa forma de definir o Pedro Henriques! Este português de 38 anos é o autor do site de viagens com o mesmo nome e é um verdadeiro apaixonado por viagens, especialmente se pode viajar e estar em contacto com a Natureza e com as montanhas. Vamos conhecê-lo um pouco melhor?

Viajante independente, apaixonado pela montanha, centros históricos e pelo mundo rural.

blog-de-viagem

Pedro em Colónia, na Alemanha.

Primeira viagem na Europa?
Por uma questão de proximidade geográfica a primeira foi uma viagem a Espanha.

Do que que melhor se lembra desta primeira viagem?
Foi uma boa aventura, tinha apenas 16 anos e fui passar um mês ao Pais Basco (San Sebastian) e abriu-me literalmente os horizontes!

sites-de-viagens

Vista de Budapeste, a capital da Hungria

Destino favorito na Europa?
Não consigo eleger apenas um local preferido na Europa, mas posso mencionar alguns como os Pirenéus, Dresden, Budapeste, Cracóvia, Parque Nacional de Wicklow, Dubrovnik e, claro, o nosso Gerês.

Destino que mais a surpreendeu?
Dresden na Alemanha, fui lá parar depois de ter perdido o autocarro para Wroclaw e simplesmente decidi ir para Dresden em cima da hora. Fiquei apaixonado pela cidade, pelos centro histórico, pelos monumentos e pelo melhor mercado de Natal da Europa.

Destino na Europa onde voltaria sempre?
Istambul.

Melhor experiência de viagem?
É também difícil escolher a melhor experiência de viagem, mas houve algumas que me marcaram para sempre! Por exemplo, fazer montanhismo nos Picos da Europa e nos Pirenéus, andar perdido no Grande Baazar de Istambul e, a melhor de todas, a primeira viagem com o meu filho fora de Portugal, fomos a Cracóvia na Polónia.

Pior experiência de viagem?
Já me aconteceram alguns imprevistos em viagem, como perder voos, ligações de autocarros, ficar sem tecto para dormir, mas não lhes chamo más experiências, apenas ferramentas para nos tornarmos mais resilientes.

viajar-europa

Imagem dos Pirineus, a cordilheira que separa a França e a Espanha.

Conselhos para viajantes:
Para aqueles que têm filhos pequenos como eu, não tenham medo de levar as crianças em viagem. Aos que precisam de inspiração cito o escritor José Luís Peixoto: “aquilo que quero deixar aos meus filhos são viagens. Como outros acumulam imobiliário e bens, quero que sejamos capazes de acumular momentos e lugares onde estivemos vivos e juntos”.

Qual a sua próxima viagem na Europa? Ou próximas?
Já há uns anos que sonho ir à Islândia, este ano será difícil, mas talvez seja o desafio para o Verão de 2018.